Para combater a fome no Amazonas, movimentos sociais reivindicam criação de secretaria de segurança alimentar

Diante do cenário atual que aponta aproximadamente 2,7 milhões de pessoas no Amazonas vivendo em situação de insegurança alimentar moderada ou grave, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), movimentos sociais vão propor, nesta terça-feira, dia 6 de dezembro, a partir das 14h, a criação de uma Secretaria de Estado de Segurança Alimentar e Nutricional (SESAN). A ação acontecerá na sede do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional do Estado do Amazonas (CONSEA), localizada na Avenida Darcy Vargas, 77, bairro Chapada.

A proposta de criação da secretaria será feita, em conjunto, pelo (CONSEA-AM), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (FETAGRI-AM), Organização das Cooperativas do Brasil (OCB-AM) e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA).

A pesquisa do IBGE indicou o Amazonas na segunda pior posição do país, atrás apenas do Amapá. Os dados foram apresentados em setembro e são referentes ao biênio (2017-2018), como resultado da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018, sobre Segurança Alimentar.

“O que estamos vivendo em nosso Estado exige medidas públicas mais profundas de enfrentamento a fome, por isso aprovamos em reunião extraordinária do Consea-AM, realizada no último dia 28 de novembro, participar da construção e fortalecimento da proposta de criação da nova secretaria. Vamos apresentar coletivamente e com a participação da sociedade civil a proposta ao governo do Amazonas”, comentou o presidente do CONSEA, Clodoaldo Pontes.

Segundo ele, a proposta vem sendo discutida e já foi divulgada nas redes sociais. Consideramos a proposta bastante oportuna e em sintonia com as discussões e ações dos Grupos de Transição do governo federal, que assumirá a partir de janeiro de 2023 e que propõe a criação de um novo ministério para o enfrentamento da fome no Brasil.

“A expectativa é nessa reunião de terça-feira fazer os alinhamentos políticos para traçar estratégias, propostas e diretrizes de atuação da Secretaria Estadual de SAN para a garantia ao Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA). As propostas e diretrizes foram extraídas da última conferência estadual de SAN do Amazonas e dos debates realizados no Fórum Pan-Amazônico (FOSPA), promovido em outubro, em Belém (PA), numa roda de conversa com representantes de movimentos sociais e populares do campo, das florestas e das águas”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 3 =